Linhares Café de Qualidade 2015: Cafés serão avaliados segundo protocolo internacional

Imprimir

Anunciado dentro da maior feira de agronegócio do Norte do Espírito Santo, a Agro ExpoNorte, o Prêmio Linhares Café de Qualidade 2015 já pode ser considerado um sucesso. A segunda edição do prêmio já tem quatro vezes mais adesão que em 2014, segundo a Secretaria Municipal de Agricultura, Aquicultura, Pecuária e Abastecimento, que promove a iniciativa.

As amostras de café conilon entregues pelos produtores à secretaria serão analisadas pelo degustador profissional Arthur Fiorott. Os grãos serão avaliados segundo o protocolo internacional de degustação de robustas finos do Coffee Quality Institute, o CQI.

Dez quesitos serão observados: fragrância (cheiro do café em grão ou pó), aroma (cheiro do café preparado em bebida), salinidade, acidez, amargor, doçura, uniformidade, corpo, after taste ou retrogosto (sabor que fica na boca após a prova) e conjunto.

"Assim que a amostra chega ela ganha um código para que eu não saiba o nome do produtor de cada grão e a análise seja imparcial", explica Arthur. "Os grãos são torrados e preparamos cinco xícaras desse material para degustação".

A avaliação resulta em notas de 0 a 100. Grãos com notas entre 50 e 60, são de café comercial; de 60 a 70, café bom; 70 a 80, muito bom; 80 a 90, café fino; e acima de 90, café extraordinário. Em 2014, dois cafés de Linhares tiveram índices acima de 80. "Mas a maioria dos cafés provados estava entre 65 e 75. São cafés que têm potencial, mas precisam de um trato fino para subir de categoria dentro do protocolo", enfatiza Arthur.

Segundo o secreário de Agricultura, Mauro Rossoni Junior, estimular esse salto de qualidade é o principal objetivo do prêmio. "É uma competição sadia entre os produtores que resultará na evolução dos nossos cafés", conta. "Trazer essa ideia aos interiores de Linhares é um prazer. Também queremos promover uma interação entre as comunidades de nossa zona rural", completa Rossoni.

Cafés serão classificados por região

O prêmio serve para ranquear os melhores produtores de café conilon do município, classificando-os no ranking estadual e, posteriormente, no nacional. Para a avaliação, Linhares foi dividida em cinco regiões por relevo e clima: Região 1 – Japira e adjacências; Região 2 – São Rafael e adjacências; Região 3 – Farias e adjacências; Região 4 – Chapadões e adjacências; e Região 5 – Quartéis e adjacências.

Vencedor da Região 1 e nono lugar geral em 2014, Ataide Biancardi investiu na qualidade de seu café para chegar mais longe no prêmio deste ano. "Isso incentivou muita gente a fazer um café mais gostoso, inclusive eu! Sequei esses grãos mais lentamente para apurar mais o sabor e o aroma", diz.

Premiação

Classificação por região
1º lugar – 1 hectare tratado contra pragas e doenças e 1 litro de fortificante para raízes

Classificação geral
1º lugar – 1 hectare tratado com fertilizante e 1 litro de fortificante para folhas
2º lugar – meio hectare tratado com fertilizante e 1 litro de fortificante para folhas
3º lugar – meio hectare tratado com fertilizante e 1 litro de fortificante para folhas
4º lugar – meio hectare tratado com fertilizante e 1 litro de fortificante para folhas
5º lugar – meio hectare tratado com fertilizante e 1 litro de fortificante para folhas

Data limite para envio de amostras é 17 de setembro

Eventos com palestras e troca de informações sobre o prêmio estão acontecendo na zona rural do município. Farias e Rio das Palmas já receberam a equipe da Secretaria de Agricultura. A próxima parada é Desengano, na próxima quinta-feira (17), às 18h30, data limite para entrega de amostras.

Os grãos podem ser entregues nos eventos ou na Secretaria de Agricultura, na Rua Augusto Pestana, 1150 – Centro. O ranking final será apresentado em um dia de campo em São Rafael, onde mora o vencedor da primeira edição do prêmio em 2014, Lúcio Passamani.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *