Lavouras de café já estão com potencial produtivo comprometido para a próxima safra, afirma especialista

Imprimir

As lavouras de café sofrem um grande estresse neste momento, o que pode ser um complicador para a atividade no próximo ano. Era aguardada uma superssafra, mas a tendência é que, dependendo de uma condição em curto prazo, a superssafra pode estar prejudicada. Essa é a avaliação de José Braz Matiello, engenheiro agrônomo da Fundação Procafé.

Em função de um menor volume de chuvas, do calor, do frio e de algumas doenças, lavouras ficaram desfolhadas em várias regiões do país. A falta de água é grande e o solo não possui armazenamento suficiente, além de o ar contar com uma umidade baixa neste momento, levando a uma perda de água maior. Estes fatores, para Matiello, indicam uma deficiência de reservas para a frutificação da colheita em 2018.

A folhagem do café, como ele destaca, é a reserva da planta para passar por este período. Assim, pode não sobrar para a florada do café, que utiliza muita reserva. A medida em que a desfolha aumenta, reduz o número de frutos por ramo.

Ele diz ser difícil saber de antemão o quanto a próxima safra será menor do que o esperado. Tudo irá depender da retomada das chuvas. Variando de região para região, ainda há reserva para gastar em um período mais curto.

Para que as floradas ocorram e para que as plantas recuperem suas reservas, são necessárias chuvas de 20mm. “Se puder 40mm, melhor ainda”, aponta o engenheiro agrônomo.

Fonte: Notícias Agrícolas (Por Aleksander Horta e Izadora Pimenta)

One thought on “Lavouras de café já estão com potencial produtivo comprometido para a próxima safra, afirma especialista

  • 13/09/2017 at 7:00 pm
    Permalink

    Boa noite sou Itamar pereira do nascimento moro na cidade de Camacho mg centro oeste na divisa do sul de minas, sou formado técnico em cafeicultura .bom na minha região a causa desse desfolhamento é ferrugem tardia no consórcio com a presença de ventos frios,

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *