Inverno não deve ser de muitos riscos para a cafeicultura

Imprimir

O inverno de 2011 não deve ser de muitos riscos para a cafeicultura brasileira. A avaliação parte da meteorologista da Climatempo, Patrícia Madeira. Ela diz que o inverno deste ano "não deve assustar muito", em termos de grandes riscos de geadas no cinturão produtor de café.

Patrícia Madeira indica que 2011 é um ano de "neutralidade", sem a influência do fenômeno La Niña. Em anos de La Niña o inverno é mais rigoroso, com temperaturas caindo abaixo do normal. Assim, espera-se um inverno mais "ameno" neste ano.

Para o mês de junho, a meteorologista aponta que devem chegar duas massas polares de intensidade moderada a forte ainda na primeira quinzena do mês. Na sequência, deve haver um período de mais ou menos um mês com temperatura amena, sem entrada de massas polares.

Segundo Patrícia, a segunda quinzena de julho deve ser marcada por passagens de massas polares intensas, mais fortes que as ocorridas em junho, o que pode trazer maior risco às lavouras. Há possibilidade de geadas em áreas de café, mas sem expectativa de grandes prejuízos aos cafezais.

Geadas são previstas para as áreas mais altas. Depois disso, deve haver frio ainda na primeira semana de agosto, e depois a temperatura começa a se elevar gradativamente. É previsto mais uma massa de ar polar de intensidade moderada para o começo de setembro, coloca a meteorologista.

A meteorologista da Climatempo apontou a chance de umidade maior que o normal para o mês de agosto. Isso pode atrapalhar a reta final da colheita, tanto no trabalho de retirada do fruto do pé como na questão de qualidade da bebida. Mas atenua dizendo que não é uma condição tão preocupante, com as chuvas podendo ficar acima do normal no sul de Minas Gerais. Para setembro, são esperadas chuvas em boa quantidade, o que deve beneficiar as floradas.

De modo geral, o quadro indicado por Patrícia Madeira é favorável às lavouras nos próximos meses, com pouco risco de frio mais intenso e com indicações de chuvas adequadas adiante para a abertura de floradas que vão resultar na safra 2012.
 

Fonte: CaféPoint.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *