Indicador do café robusta bate recorde nominal

Imprimir

O mercado do café robusta, também conhecido como conilon, segue com produtores retraídos e com pouca oferta disponível, informou o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) nesta quinta-feira, dia 28. 

As cotações da variedade aumentaram nos últimos dias e bateram novo recorde nominal na última quarta-feira, dia 27. Na data, o indicador Cepea/Esalq do robusta tipo 6, peneira 13 acima, fechou a R$ 398,20/saca de 60 quilos, avanço de 2,2% em sete dias e maior valor da série.

Já os negócios envolvendo o café arábica estão maiores no físico nacional, com produtores mais ativos, motivados pelos preços firmes. Isso acontece porque, após duas safras de produção baixa e de exportações em alta, os estoques brasileiros estão apertados. O dólar elevado também pode influenciar na sustentação do preço interno, indica o centro de estudos.

Na última quarta, o indicador Cepea/Esalq do arábica tipo 6, bebida dura para melhor, posto em São Paulo, fechou a R$ 498,26/saca de 60 kg, apresentando uma alta de 4,8% em relação à quarta anterior. 

Fonte: Canal Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *