Indicador do arábica atinge maior patamar nominal da série, pontua Cepea

Imprimir
Os preços do café arábica vêm oscilando nas últimas semanas, influenciados pelas flutuações nos valores externos da variedade, pela retração vendedora no físico nacional e pelo dólar.

Ainda assim, no geral, o movimento que tem sido observado no mercado doméstico é de alta.

Nessa quarta-feira, 15, o Indicador CEPEA/ESALQ do arábica do tipo 6, bebida dura para melhor, posto na capital paulista, fechou a R$ 590,34/saca de 60 kg, avanço de 1,5% no acumulado da parcial de abril e sendo o maior preço nominal diário da série histórica do Cepea.

Já em termos reais, trata-se do maior patamar desde fevereiro de 2017, quando a média mensal do Indicador atingiu R$ 591,40 (deflacionada).

O maior Indicador real da série do Cepea, por sua vez, é de R$ 1.352,61/saca, verificado em maio de 1997.

Fonte: Cepea

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *