Indefinição dos preços trava mercado neste final de ano, informa Cepea

Imprimir

Pesquisadores do Cepea afirmam que os preços dos cafés vêm oscilando no físico brasileiro nos últimos meses, o que tem deixado o mercado praticamente parado para as duas variedades (arábica e robusta). Além disso, produtores aguardam a entrada de 2015 e a possibilidade de novas valorizações para voltar a negociar. Para o arábica, o retorno das chuvas nas regiões produtoras do País, a melhora nas condições das lavouras e as incertezas quanto ao real volume da safra 2015/16 têm reduzido os preços na comparação com novembro. Já na parcial de dezembro, os valores seguem firmes.

O Indicador CEPEA/ESALQ do café arábica tipo 6 bebida dura para caiu 0,42% de 10 a 17 de dezembro, fechando a R$ 451,11/sc de 60 kg na última quarta-feira. Na parcial do mês, a valorização foi de 0,58%. Em relação ao robusta, houve desvalorização no mês e alta nos últimos sete dias, resultado da maior disponibilidade do produto no mercado e perspectiva de safra 2015/16 volumosa, além da maior demanda externa. Entre 10 e 17 de dezembro, o Indicador CEPEA/ESALQ subiu 3,37%, a R$ 280,36/saca de 60 kg na quarta-feira, 17. No mês, porém, os valores recuaram 0,56%.

Fonte: Cepea/Esalq

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *