Incaper realiza curso de cafeicultura sustentável em Apiacá (ES)

Imprimir
Dois dias inteiros dedicados à cafeicultura sustentável em Apiacá (ES). O Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) e o Centro de Desenvolvimento Tecnológico do Café (Cetcaf) promoveram o “Curso Prático em Cafeicultura Sustentável de Apiacá”.

O evento contou com a participação de 20 agricultores do município, e foi realizado em dois ambientes: as palestras e apresentações teóricas foram no auditório da Secretaria Municipal de Agricultura. E as demonstrações e a visita técnica foram na propriedade do produtor rural Douglas Treggio de Azevedo, na comunidade de Santa Paz, em Apiacá.

No primeiro dia do curso, foi apresentada uma caracterização da cafeicultura no município, com foco na competitividade. Em seguida, foram ministradas palestras técnicas sobre a “Escolha da área, variedade, plantio, conservação do solo e da água” e sobre “Manejo integrado de pragas e doenças”.

À tarde, também foram realizadas as palestras: “Poda de produção de café conilon”, “Implantação e manejo de irrigação da lavoura de café conilon” e “Cenário e mercado mundial do café: países produtores x países consumidores”.

No segundo dia do curso, o tema tratado foi “Melhoria da qualidade da produção, manejo da colheita e pós-colheita do café”. Em seguida teve “Degustação de diferentes tipos de café” e palestras sobre “Planejamento e Gerenciamento-Custo de Produção” e sobre o “Calendário agrícola de cafeicultura e plano de ações”.

O encerramento do curso foi marcado pela parte prática. Instrutores do Incaper e do Cetcaf falaram sobre a “Lavoura de alta competitividade” e “Demonstração de métodos e manejo da lavoura cafeeira”. Teve ainda visita técnica às estruturas de secagem, beneficiamento e armazenamento do café.

Delmer Treggio de Azevedo, extensionista do Incaper de Apiacá e um dos organizadores do evento, avaliou o curso de maneira positiva. “O evento foi bom, superou as expectativas. Os participantes se mostraram muito interessados, e aproveitaram para sanar muitas dúvidas”, disse.

Fonte: Coordenação de Comunicação e Marketing do Incaper

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *