IBGE reduz estimativa de safra de café do Brasil em 2020

Imprimir
A produção de café do Brasil em 2020 foi estimada nesta terça-feira em 57,3 milhões de sacas de 60 kg, declínio de 0,7% em relação à previsão do mês anterior, afirmou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que apontou uma menor safra do grão robusta no Espírito Santo.

A safra do maior produtor e exportador global, contudo, crescerá 14,7% na comparação com o ano anterior, quando a variedade do arábica teve seu ano de baixa produtividade, disse o IBGE em relatório.

Para o café arábica, a produção estimada foi estimada em 42,5 milhões de sacas de 60 kg, crescimento de 0,5% em relação ao mês anterior e de 23% frente ao ano passado.

Em Minas Gerais, principal produtor brasileiro, devendo responder por 74,1% da produção em 2020, a estimativa da produção é de 31,5 milhões de sacas de 60 kg, alta de 27,4%.

Para o café robusta, também conhecido como conilon, a estimativa da produção nacional ficou em 14,8 milhões de sacas, declínio de 3,9% em relação ao mês anterior e de 4% frente a 2019.

A produção capixaba, que representa 67,4% do total nacional, encontra-se 5,7% menor, em decorrência do declínio de 6% no rendimento médio. As estimativas em outros produtores importantes, como Rondônia e Bahia, não sofreram alterações.

Fonte: Reuters (Por Roberto Samora)