IBGE atualiza para 50,3 mi/scs sua previsão à safra 2012 de café

Imprimir

A produção nacional de café, considerando-se as duas principais espécies cultivadas (arábica e canephora), foi avaliada, neste levantamento de maio, em 3,0 milhões de toneladas, equivalendo a 50,3 milhões de sacas de 60kg. Na comparação com os valores de abril, a variação da produção é de -0,3%, influenciada pela avaliação do café arábica, que participa com 75,7% do volume da produção brasileira de café em grão.

Em maio, a safra de café arábica para 2012, em nível nacional, está estimada em 2.285.322t (38,1 milhões de sacas de 60kg) e apresenta decréscimo de 0,6% em relação à estimativa de abril. A área total ocupada com a cultura é de 1.764.738ha, com pequena redução em relação ao mês anterior (0,1%). A área a ser colhida, de 1.586.805ha, também apresenta queda (0,2%). O rendimento médio diminui 0,3%.

O período de estiagem, observado no início do ano, principalmente na Zona da Mata de Minas Gerais, não chegou a prejudicar, generalizadamente, o “enchimento” dos frutos nem as boas perspectivas para a safra, que já começou a ser colhida, embora os números de Minas tenham sofrido pequenos reajustes negativos na produção esperada (0,2%) e no rendimento previsto (0,3%), por conta do veranico. O Paraná, onde a cafeicultura já não tem a importância econômica que teve no passado, também enfrentou problemas de estiagem, com decréscimos de 11,5% na produção esperada e 5,7% no rendimento médio.

Fonte: Departamento de Comunicação do IBGE

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *