Honduras eleva expectativa de exportações de café para 2011/12

Imprimir

As exportações de café de Honduras fechariam o ciclo atual em cerca de 5 milhões de sacas de 60 quilos, um dado ligeiramente maior ao previsto, devido ao maior rendimento da colheita pelos altos preços internacionais, disse o gerente do Instituto Hondurenho de Café (Ihcafé), Hugo Molina.

O Ihcafé tinha prognosticado no começo da colheita uma exportação de 4,6 milhões de sacas. Se a nova expectativa for alcançada, as exportações cresceriam 29% no atual ciclo frente ao anterior.

Honduras, que é o maior produtor e exportador de café da América Central, registra um aumento crescente nas vendas ao exterior também devido a um aumento sustentado no número de produtores do grão, que se cultiva em 15 departamentos do terceiro país mais pobre da América, depois do Haiti e da Nicarágua.

"A colheita de 2011/12 fechou em 4,98 milhões de sacas devido à boa colheita que temos tido, ao aumento da produtividade e às novas áreas cultivadas nos últimos anos devido os bons preços", disse Molina. "Nossa produção e exportações seguirão aumentando, pois as novas plantações e fazendas renovadas cultivadas nos dois ou três anos anteriores começarão a dar grãos".

Honduras prevê uma colheita recorde no próximo ciclo que inicia em setembro, com as exportações alcançando 5,4 milhões de sacas, devido ao aumento dos cultivos e a uma melhor fertilização. O país aumentou seu número de produtores de 92.706 em 2009/10 para 101.489 em 2010/11 e sua área de cultivo de 255.308,16 hectares para 266.205,87 hectares, segundo dados do Ihcafé. A notícia é do Ihcafé, traduzida e adaptada pela Equipe CaféPoint.

Fonte: CaféPoint

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *