GOVERNO SINALIZA POSSÍVEL RETIRADA DE PIS/COFINS DO AGRONEGÓCIO

Imprimir

Brasília, 10 – O governo sinaliza com a possibilidade de retirar a incidência de PIS e Cofins de
toda a cadeia produtiva do agronegócio, segundo informou há pouco a presidente da
Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), senadora Kátia Abreu (DEM-TO). De
acordo com a senadora, a desoneração completa ainda não é algo totalmente definitivo, mas
o setor vem discutindo uma nova política agrícola com representantes dos ministérios da
Agricultura e da Fazenda. "O ICMS ainda é um problema para o setor, mas o governo
sinalizou que pode, pelo menos, tirar o PIS e a Cofins", disse a presidente da CNA.

Quem acompanha de perto as discussões pela Confederação é a economista Rosemeire
Santos. Ela disse que, em um mês, é possível que o grupo de estudo (que é composto
também por representantes do Banco do Brasil, além de técnicos do governo e do setor
privado) já apresente um novo modelo para o setor. "A ideia é trazer as novidades antes do
anúncio do Plano Safra 2010/2011", disse.

A economista da CNA explicou que o grupo dividiu os estudos em duas partes. Uma trata do
gerenciamento de riscos. "Isso está praticamente formatado, há até projetos de lei
desenhados", comentou. A outra parte refere-se à questão tributária. "Já fizemos reuniões na
Receita Federal e simulações das propostas já começaram a ser feitas", explicou. Não haverá
necessariamente, de acordo com Rosemeire, queda de arrecadação pela Receita. A intenção
é de criar uma forma que reduza o pagamento de impostos pelo produtor.

"Sentimos até um certo desejo do governo de fazer alguma coisa diferente para o setor, mas é
uma decisão política, que é complexa. Mas estamos falando do negócio do Brasil", enfatizou a
senadora, ao defender uma nova política para o setor. (Célia Froufe)

Fonte: Agência Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *