Governo poderá leiloar sobra da opção de venda de café na quarta

Imprimir

Os contratos de opção de venda de café que não tiveram interesse nos três leilões realizados este mês pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), originários de Espírito Santo, Bahia e Paraná, poderão voltar a ser ofertados na próxima quarta-feira (2). A informação é do Conselho Nacional do Café (CNC), com base em relatos do governo.

Foram ofertados um total de 30 mil contratos, de 6 toneladas cada, o equivalente a 3 milhões de sacas, em três leilões de 10 mil lotes cada, nos dias 13, 20 de setembro e hoje. Não houve interesse para 1.921 contratos de um total de 2.100 lotes ofertados no Espírito Santo. Na Bahia, a oferta era de 1.200 lotes, dos quais 1.055 contratos não foram negociados. Já no Paraná, a oferta total era de 1.500 lotes, mas ficaram sem demanda 1.082 lotes. O governo poderá negociar, portanto, um total de 4.058 lotes, ou 405.800 sacas de café.

O CNC pondera, no entanto, que ainda não está definido se os lotes serão colocados à disputa para produtores de todos os Estados do País ou apenas direcionados para Minas Gerais e São Paulo, onde a demanda superou a oferta.

O leilão de opção de venda foi realizado para proporcionar aos cafeicultores o direito de vender ao governo um total de 3 milhões de sacas de café no vencimento dos contratos, em março do próximo ano, caso os preços de mercado se mantenham abaixo do valor de referência de R$ 343 a saca de 60 kg.

Fonte: Agência Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *