Governo libera recursos do Funcafé para mais cinco agentes financeiros

Imprimir

A Secretaria de Produção e Agroenergia, do Ministério da Agricultura, divulgou no Diário Oficial da União desta quarta-feira novos contratos com agentes financeiros para implementação de linhas de crédito destinadas aos financiamentos de custeio, estocagem, capital de giro para a indústria de solúvel e Financiamento para Aquisição de Café (FAC), com recursos orçamentários do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé).

Para o Banco ABC Brasil foram liberados até R$ 18,717 milhões para estocagem de café; até R$ 7,379 milhões para FAC; e até RS até R$ 3,125 milhões para indústria de solúvel. O Banco Banestes demandou até R$ 52,324 milhões para custeio.

Já para o BPN Brasil Banco Múltiplo foram repassados até R$ 14,038 milhões para estocagem; até R$ 10 milhões para indústria de torrefação de café; e até R$ 5,534 milhões para FAC.

Para o Banco Rabobank Internacional Brasil S/A foram autorizados até R$ 29,636 milhões para estocagem; até R$ 33,122 milhões para custeio; até R$ 3,125 milhões para a indústria de solúvel; e até R$ 11,680 milhões para FAC.

A Cooperativa Central de Crédito de Minas Gerais (Sicoob Central Crediminas) foi credenciada e poderá financiar até R$ 54,593 milhões para estocagem e até R$ 61,062 milhões para custeio.

Com a autorização desta quarta-feira, o total de recursos do Funcafé repassados às instituições financeiras alcança cerca de R$ 1,084 bilhão, de um total previsto de R$ 1,95 bilhão.

Fonte: Agência Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *