Geadas preocupam os produtores de café do sul de Minas Gerais

Imprimir

No município de Campestre, Pedro Vidal, agricultor e dono de propriedade, conta que a área de sete hectares foi atingida em 50% e pegou ele de surpresa. Pedro acredita que a colheita desta safra não deve ser prejudicada porque o grão já está no pé, mas a próxima safra pode estar comprometida.

João Carlos Lourenço, engenheiro agrônomo, explica que as folhas ficam queimadas porque os tecidos são congelados.

Assista ao vídeo com a entrevista completa e saiba como o clima atual deve refletir na próxima safra.

Fonte: Globo Rural

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *