Geada já atinge algumas regiões produtoras de café em MG

Imprimir

A região cafeeira de Minas Gerais continua sofrendo com as perdas causadas pelas chuvas, e na última madrugada chegou a gear em alguns municípios, o que trouxe ainda mais preocupação aos produtores rurais.

De acordo com Victor Ângelo Ferreira, produtor da cidade de Nepomuceno, a região recebeu uma geada leve nesta madrugada, e a maior preocupação é que o acontecimento se repita . “A segunda geada é sempre mais forte”, diz ele.  O  prejuízo na propriedade de Victor já chega a R$80,00 por saca.

O cenário das lavouras no sudeste brasileiro é caótico, e a maior parte dos grãos já são classificados como bebida Rio, cuja qualidade já é inferior. Além disso, o preço do café Rio corresponde a praticamente a metade do valor dos grãos de qualidade, além do rendimento ser menor. Há quem acredite que a demanda continuará existindo, ainda assim, mas as perdas são visíveis.

Além da geada dessa madrugada, as chuvas também continuaram durante a última semana nas regiões produtoras, e já há previsão de que a safra seja menor do que as projeções iniciais. A incerteza com relação a que tipo de produto será colhido também faz  as exportações estacionarem, já que o produtor ainda não sabe o que terá em mãos para fechar os contratos de venda.

Segundo a Cooperativa dos Produtores de Café de Coopiumhi-MG,  a última madrugada registrou temperaturas de 2,5 graus. As pastagens de baixada já foram impactadas, mas os prejuízos para o café só poderão ser medidos daqui a alguns dias.

Fonte: Notícias Agrícolas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *