Frente parlamentar da cafeicultura será instalada na próxima quarta-feira

Imprimir

O café não vem se destacando nos últimos meses, somente com o bom preço e sua crescente valorização. Em Brasília, mais de 200 deputados aderiram a Frente parlamentar mista em defesa da cafeicultura, que será instalada nesta próxima quarta-feira (22), a partir das 8 horas, na Cafeteria do 10º andar, anexo IV da Câmara dos Deputados.

Diversas autoridades estarão presentes no evento, entre elas o Ministro da Agricultura, Wagner Rossi, integrantes da FAEMG, CNA, CECAFÉ, CCCMG, alem de vários representantes de diversas cooperativas e sindicatos das regiões cafeeiras do país. O deputado federal, Diego Andrade, será o presidente da Frente parlamentar mista em defesa da cafeicultura.

A Frente Parlamentar Mista trabalhará no sentido de buscar apoio aos produtores no intuito de fomentar a atividade, acompanhar junto ao Governo as políticas para o café, buscar novas tecnologias e financiamentos e também lutar por uma política de preços que remunere adequadamente o produtor.

A iniciativa recebeu o apoio de várias entidades do segmento como o Conselho Nacional do Café, cooperativas de cafeicultores e diversos produtores nacionais. As entidades reconhecem que o segmento necessita de representatividade e apoio no Governo Federal.

Em uma reunião feita mês passado com o ministro Wagner Rossi, o deputado Diego Andrade discutiu questões importantes que envolvem a abertura de novos mercados para o produto brasileiro. Segundo o parlamentar países como a China apresentam-se como consumidores em potencial, passíveis de serem amplamente explorados. Esta abertura, ainda de acordo com ele, poderia ser elaborada através de um plano de ação interministerial envolvendo o Ministério da Agricultura e o Ministério do Desenvolvimento da Indústria e Comércio Exterior.

Além do foco no produto no âmbito internacional, Diego ressaltou a importância da redução de impostos na cadeia produtiva para a manutenção do preço do café. Uma das ações para esta finalidade seria a desoneração do Pis e Cofins. O ministro assegurou que estará empenhado na implementação desta medida.

Ao final do encontro, Diego propôs a Wagner Rossi organizar uma reunião em parceria com a Frente Parlamentar para elaborar um plano de ação com a participação de sindicatos, cooperativas e produtores. O ministro colocou sua equipe à disposição e concluiu reconhecendo a importância da atuação do deputado e do senador Clésio Andrade para fortalecer ainda mais o setor cafeeiro.

Fonte: Jornal Correio do Sul

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *