Exportadores de café do Vietnã evitam vendas antecipadas-mercado

Imprimir

Exportadores vietnamitas de café estão relutantes em oferecer grãos da safra nova para carregamento nos próximos meses porque estão preocupados com a flutuação de preços, enquanto estoques domésticos pequenos e demandas fracas evitaram uma aceleração dos negócios, disseram traders nesta terça-feira.

O Vietnã, maior produtor global de café robusta, deve começar o novo ano-safra em outubro. A colheita começa em novembro e tem seu auge em dezembro no cinturão produtor do planalto central.

"Exportadores têm evitado oferecer grãos sob a forma de negócios antecipados devido a riscos de mercado, e eles não podem prever os preços nos meses futuros", disse um trader de Buon Ma Thuot, capital de Daklak, principal província produtora do Vietnã.

Produtores ainda mantêm cerca de 3 por cento do que foi colhido até janeiro, safra que teve produção recorde de pelo menos 1,5 milhão de toneladas, disse um trader.

As negociações nos mercados domésticos têm sido bastante lentas nos últimos dias, enquanto torrefadoras já cobriram praticamente toda sua demandas até o fim do ano, significando demanda fraca pelas traders, disse um operador em uma empresa estrangeira na Cidade de Ho Chi Minh.

O Vietnã exportou quase 1,4 milhão de toneladas (23,3 milhões de sacas) entre outubro de 2011 e julho, alta de 22 por cento ante o ano anterior, de acordo com dados do governo e informação da alfândega.

Fonte: Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *