Exportação de semimanufaturados recua em novembro

Imprimir

As exportações de semimanufaturados caíram 6,5% na primeira semana de novembro em relação à média diária de novembro de 2010. As maiores reduções ocorreram nos embarques de açúcar em bruto, madeira serrada e ferro-ligas, informou o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

Os dados mostram que as vendas externas de produtos manufaturados subiram 27,4% em razão dos crescimentos em hidrocarbonetos e seus derivados, tratores, automóveis, polímeros plásticos, açúcar refinado, máquinas e aparelhos para terraplenagem, veículos de carga e autopeças. As exportações de produtos básicos aumentaram 22,4%, por conta, principalmente, de soja em grão, algodão em bruto, fumo em folhas, carne de frango, bovina e suína, café em grão e minério de ferro. As importações na primeira semana deste mês aumentaram, principalmente, com cereais e produtos de moagem (158,0%), adubos e fertilizantes (127,3%), combustíveis e lubrificantes (92,1%), veículos automóveis e partes (87,3%), borracha e obras (45,0%) e plásticos e obras (37,3%).

A balança comercial brasileira começou novembro no vermelho e registrou déficit de US$ 543 milhões na primeira semana do mês, com apenas três dias úteis. As exportações somaram US$ 3,185 bilhões e as importações, US$ 3,728 bilhões. A média diária das vendas externas foi de US$ 1,061 bilhão, alta de 20,1% em relação a novembro de 2010. Nas importações, a média diária somou US$ 1,242 bilhão, o que representa um crescimento de 42,9% em relação a novembro do ano passado.

A balança acumula no ano um superávit de US$ 24,847 bilhões, 66,2% a mais que no mesmo período de 2010. As exportações somam US$ 215,324 bilhões e as importações, US$ 190,477 bilhões de janeiro a primeira semana de novembro.

Fonte: Agência Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *