Exportação de café é recorde dos últimos quatro anos, em receita e em volume

Imprimir

O resultado das exportações brasileiras de café no mês de julho foram as maiores dos últimos quatro anos, em receita e em volume. Balanço divulgado hoje pelo CeCafé (Conselho Brasileiro dos Exportadores de Café) aponta para uma elevação de 25,8% na receita (em julho de 2009 foi de US$ 311.497) e de 7,8% na quantidade do produto embarcado em relação ao mesmo mês do ano passado (2..265.493).

“A receita de julho de 2010 é R$ 320 milhões superior ao do mesmo período do ano passado”, afirma Guilherme Braga, diretor geral do CeCafé. Segundo dados da entidade, no gráfico mensal de Participação por Qualidade, o arábica responde por 83% das vendas do país, enquanto o solúvel por 11%, e o robusta por 6% das exportações.

Nos acumulado dos últimos doze meses, o balanço mostra que o Brasil exportou 29.953.809 sacas, para uma receita de US$ 4.595.055.

Em relação aos mercados compradores, a Europa surge com 54% de participação da importação do produto brasileiro no período janeiro a julho, enquanto América do Norte responde por 21%, a Ásia por 17%, e a América do Sul por 6%.

Na avaliação por países, os Estados Unidos lideram, com a aquisição de 3.177.564 sacas entre janeiro e julho, seguida pela Alemanha, com 3.157.075, e a Itália, com 1.377.191. No quarto lugar está o Japão, com 1.189.689 sacas.

Nos principais portos de embarque o resultado foi o seguinte: Santos , com 12.727.306 sacas no período janeiro/julho (75,7% do total), seguido de Vitória, com 2.016.948 sacas, (12%), e o Rio de Janeiro, com 1.508.030 sacas (9%).

Fonte: Revista Cafeicultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *