Exportação de café cai 7,7% em um ano

Imprimir

A exportação brasileira de café em maio diminuiu 7,7% em comparação com o mesmo mês de 2014, divulgou nesta terça, dia 9, o Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (CeCafé). Foram embarcadas 2,784 milhões de sacas de 60 kg ante 3,016 milhões de sacas em maio do ano passado. 

 

Em termos de receita cambial, houve queda de 17,4% no período, de US$ 558,138 milhões para US$ 460,817 milhões. No acumulado dos primeiros cinco meses deste ano, os embarques cresceram 1,9%, para 14,902 milhões de sacas. A receita cambial subiu 15,5% no período, para US$ 2,704 bilhões.

 

Segundo o CeCafé, a receita cambial nos últimos 12 meses (junho/2014 a maio/2015) registrou um incremento de 34,1% em relação ao período anterior, fechando em US$ 6,960 bilhões. Já o volume apresentou alta de 9,42% na mesma base comparativa. Foram exportadas, no total, 36,698 milhões de sacas.

 

Conforme o diretor-geral do CeCafé, Guilherme Braga,  o conilon (robusta) também tem apresentado uma alta consistente no volume exportado, alcançando 4,494 milhões de sacas embarcadas no período dos últimos 12 meses e que acabou compensando a queda nas exportações de arábica.

 

– Do ponto de vista da receita, o resultado também foi bom, apesar dos preços terem oscilado bastante – em virtude das expectativas em relação à safra e aos suprimentos – se mantiveram em um nível satisfatório – comenta Braga.

 

O relatório mostra que, no acumulado de janeiro a maio de 2015, a Europa foi o principal mercado importador e responsável pela aquisição de 55% do total de café embarcado pelo Brasil. Já a América do Norte respondeu pela compra de 24% do total de sacas exportadas, a Ásia por 16% e a América do Sul por 3%. 

Fonte: Estadão Conteúdo

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *