Exportação de café bate recorde em 2010

Imprimir

As exportações brasileiras de café renderam US$ 5,66 bilhões no ano passado, um aumento de 33% em relação a 2009. Foram embarcadas mais de 33 milhões de sacas de 60 quilos, um crescimento de 9% na mesma comparação. A receita foi recorde e o volume comercializado foi o maior dos últimos cinco anos, de acordo com informações divulgadas nesta segunda-feira (10) pelo Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé).

“Entre os fatores que contribuíram para este crescimento estão a redução da produção em países como a Colômbia, em função de fatores climáticos, o aumento do consumo e a elevação da demanda mundial”, disse o diretor geral do Cecafé, Guilherme Braga, segundo nota da entidade.

A quantidade exportada, de acordo com o executivo, superou a previsão inicial, que era de 31 milhões de sacas. O café do tipo arábica respondeu por 86% das vendas externas, o solúvel por 10% e o robusta por 4%.

Entre os mercados compradores, por regiões, a Europa importou 54% do total comercializado pelo Brasil, seguida da América do Norte (22%), Ásia (17%) e América do Sul (4%). Por países, a liderança foi dos Estados Unidos, seguidos da Alemanha, Itália e Japão.

Para este ano, segundo o Cecafé, o volume exportado deverá diminuir moderadamente por causa da bienalidade da cultura, ou seja, um ano de safra maior é seguido por outro de colheita menor. Os embarques são estimados entre 29 milhões e 30 milhões de sacas.

No caso das receitas, a entidade avalia que “as perspectivas para o mercado são animadoras no que diz respeito ao provável comportamento dos preços”. É esperado um faturamento de US$ 6 bilhões a US$ 6,4 bilhões. 

Fonte: ANBA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *