Expocafé em Minas estima R$ 228 milhões em negócios

Imprimir

A 14ª edição da Expocafé, realizada em Três Pontas (MG) na semana passada, fechou o balanço de negócios com expectativa de movimentar R$ 228 milhões em compra de maquinários. O número inclui vendas já fechadas e negócios que ainda serão concretizados em até três meses.

Na edição anterior, o número de negócios estimados era de R$ 93 milhões. O aumento no volume de comercialização de novos maquinários reflete o momento positivo da cafeicultura, segundo Mairon Mesquita, coordenador geral do evento e chefe do Departamento de Transferência e Difusão de Tecnologia da Epamig (Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais).

"Isso foi estimulado pelo alto preço da saca, que deve se manter em equilíbrio. No ano passado a saca [de 60 kg] estava abaixo de R$ 300, agora está acima de R$ 500", diz Mesquita.

A feira teve 22.084 visitantes, quase o dobro do ano passado, com 12 mil.

Apesar dos números positivos, Mesquita diz que pretende ampliar a feira no ano que vem para abranger os negócios "da porteira pra fora".

"Foi pouco contemplado o elo da indústria que coloca o café no mercado. A Expocafé contempla 100% dos negócios da porteira pra dentro. Queremos a partir de agora trazer os negócios da porteira pra fora. Queremos estimular os cafeicultores a se aproximarem da indústria, eliminando o atravessador e agregando valor ao produto", diz.

Fonte: Folha de São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *