Expocafé começa com expectativa de movimentar R$ 250 milhões

Imprimir

Começou nesta quarta-feira (20) em Três Pontas (MG) a 15ª edição da Expocafé, uma das maiores feiras voltadas para a cafeicultura no país. Ao todo, 130 empresas expõem serviços e produtos em 153 estandes espalhados por uma área de 20 mil metros quadrados. A expectativa da organização, é de que cerca de 25 mil pessoas passem pela feira até a próxima sexta-feira (22). No ano passado, a Expocafé movimentou R$ 228 milhões em negócios. Neste ano, a expectativa é de que o evento possa movimentar R$ 250 milhões.

A novidade da feira neste ano é o "Pavilhão da Inovação", onde estarão reunidas as empresas que apresentam inovações. Este setor vai mostrar além das máquinas e implementos agrícolas, as invenções de pequenos e médios produtores para melhorar o processo de plantio e colheita do café. Alguns equipamentos fizeram adaptações para melhorar o trabalho na lavoura. Um dos destaques é uma recolhedora de café que retira os frutos que antes eram perdidos. Este equipamento ainda pode ser usado em lavouras com até 30% de inclinação.

Produtores buscam novidades tecnológicas na Expocafé. (Foto: Lucas Soares / G1 Sul de Minas)

Outra novidade é o "Olho Digital" do café. O sistema automatizado substitui a classificação manual dos grãos de café e reduz os custos, por proporcionar um processo mais rápido e eficiente. O representante da empresa suíca, fabricante da máquina, Fábio Dazzi Macedo, diz que o equipamento é usado na última fase da produção do grão. "Ele é usado para separar os grãos que são embarcados para exportação, por tamanho e cor. O preço de uma máquina dessas, voltada para grandes produtores, varia entre R$ 80 e R$ 200 mil", diz ele.

Porém, não só grandes produtores têm vez na exposição. Pequenos agricultores de outras cidades do Sul de Minas também estão na cidade em busca de novidades. O produtor Cláudio Souza saiu de Divisa Nova (MG) para conferir novidades para sua propriedade. "Lá eu produzo café e um pouco de tudo. Estou dando uma olhada geral nas novidades", disse ele, que ainda estava pensando se já iria investir em algum equipamento.

Além dos maquinários, também estão em exposição na feira vacinas à base de café e até um modelo de código de barras que permite saber todo o percurso que o grão percorre até chegar em seu destino final. O produtor rural também encontra o que há de mais novo em relação a colheitadeiras, derriçadeiras, esqueletadeiras, pulverizadores, entre outros.

Segundo a organização da Expocafé, um dos focos do evento neste ano é a exportação e venda do café no mercado interno. Palestras vão mostrar aos produtores que eles mesmos podem negociar o próprio café, sem intermediação da cooperativa. Outra palestra também pretende mostrar que o mercado externo está ao alcance de qualquer produtor.

Ainda entre os destaques da programação está uma audiência pública promovida pela Assembléia Legislativa de Minas Gerais nesta quinta-feira (21). O encontro vai reunir lideranças políticas e cafeicultores que vão discutir o Código Florestal e os impactos dele na cafeicultura.

Serviço
Expocafé 2012 – Até 22 de junho
Horário: das 8h às 18h.
Local: Fazenda Experimental da Epamig em Três Pontas – Rodovia Três
Pontas/Santana da Vargem, KM 6, Zona Rural de Três Pontas
Informações: (35)3266-9009

Fonte: G1 Sul de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *