Expocafé 2012 movimenta R$ 200 milhões em negócios

Imprimir
A 15ª edição da maior feira nacional do agronegócio do cafeeiro (Expocafé), encerrada nesta sexta-feira (22), na Fazenda Experimental da Epamig de Três Pontas, no Sul de Minas, movimentou cerca de R$ 200 milhões em negócios gerados e prospectados. “A maioria dos expositores demonstrou satisfação com a feira, apesar dos transtornos causados pelas chuvas”, disse o coordenador-geral da Expocafé, Mairon Mesquita, se referindo às chuvas que atingiram o município nos dois primeiros dias do evento.

A pesquisa de satisfação realizada com os expositores apontou que 85% têm a intenção de participar da edição 2013. Destes, 25% manifestaram interesse em aumentar a área de exposição. “Para o próximo ano já temos uma nova área mapeada de 2.000 metros quadrados”, informa Mairon. E, ainda segundo ele, dez novas empresas procuraram o setor de comercialização da feira com interesse em participar da Expocafé 2013.

Para o proprietário da Real Máquinas, Abdenego Pereira, os negócios realizados durante a feira superaram as suas expectativas. “Vendemos R$ 320 mil em máquinas”, comemora. É a segunda vez que a Real Máquinas participa da Expocafé com venda de recolhedoras de café para pequenos e médios produtores. Os negócios realizados pela empresa de fertilizantes Unigel também foram positivos. Segundo o representante comercial da empresa, Gledson Luís, a participação no evento deve gerar boas vendas após a feira. “Esse ano foi mais positivo do que ano passado, devido à instalação da fábrica da Unigel em Varginha”, afirma.

O cafeicultor José Maria da Silva, que tem propriedade em Nepomuceno, visitou pela primeira vez a Expocafé para conhecer as novidades para o setor. O produtor disse que a máquina que ele mais admirou foi uma colhedeira de café de grande porte. “Vi muitas novidades na feira, mas essa colhedeira é o sonho de todo cafeicultor”, afirmou. Já o representante comercial Sérgio Drumond, que participou da feira em busca de bons contatos comerciais, disse que vende máquinas de corte que atendem também a cafeicultura e que fez diversos contatos

Programação

Além de novidades em máquinas, equipamentos e implementos para cafeicultura a Expocafé 2012 trouxe também discussão do cenário da cafeicultura nacional e oportunidades para o mercado externo durante palestras realizadas pela Central Exportaminas, pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) e Agência Brasileira de Promoção, Exportação e Investimentos (Apex), durante o Seminário “Exportar é Inovar”.

Na ocasião ,foi assinado o Convênio do Projeto Brazilian Specialty and Sustainable Coffees, entre a BSCA e Apex, que tem por objetivo reforçar a imagem de qualidade dos cafés brasileiros em todo o mundo e evidenciar a produção com responsabilidade ambiental e social realizada no Brasil. A Expocafé foi iniciada no último dia 20.

Expocafé 2012

Fonte: Agência Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *