Excesso de chuva causa prejuízo a agricultores do Espírito Santo

Imprimir

Algumas lavouras de café do município Rio Bananal, no Espírito Santo, ficaram debaixo da água. Mais de 1,5 mil pés do grão de uma das propriedades ficaram alagados. A enxurrada também invadiu a plantação de mais de 12 mil pés de cacau.

O excesso de água preocupa os agricultores do estado. Em apenas uma noite choveu o volume esperado para todo mês de janeiro. O rio que corta a cidade subiu mais de quatro metros e o aguaceiro mudou a paisagem da região. Cachoeiras se formaram em locais que antes eram secos e pequenos córregos viraram rios com uma forte correnteza.

Não foram registradas grandes perdas nas lavouras do município porque grande parte das plantações fica em morros. O prejuízo maior é em relação ao acesso, situação que prejudica os agricultores.

O prejuízo no município de Linhares foi causado pela cheia do Rio Doce. As estradas desapareceram e os acessos ao distrito de Povoação ficaram interditados pela água, onde só é possível chegar de trator. Mais de 1,5 mil pessoas ficaram isoladas e fazendas inteiras foram alagadas.

A chuva também prejudicou os produtores de Itarana, no noroeste do Espírito Santo. O rio Santa Joana subiu mais de cinco metros. Algumas pontes caíram e estradas ficaram danificadas. Produtos que estavam estocados foram perdidos. “Já foram cerca de R$ 15 mil”, avalia o agricultor Luiz Carlos Rodrigues.

Fonte: Globo Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *