Estudo diz que o café faz bem à condução

Imprimir

Uma investigação internacional, publicada na Psychopharmacology, conclui que a ingestão de café aumenta o estado de alerta do condutor e diminui a sonolência e, dessa forma, contribui para aumentar a segurança rodoviária. O estudo envolveu 24 condutores voluntários, saudáveis e em perfeitas condições de descanso, numa simulação que recriou as condições de condução em autoestrada.

Os investigadores mediram o desvio padrão da posição lateral do, variação de velocidade registada, sonolência subjetiva e performance geral da condução e concluíram que consumir uma chávena de café (aproximadamente 80 mg de cafeína) após duas horas de condução monótona, como acontece nas autoestradas, tem um efeito positivo no desempenho rodoviário. Sendo a cafeína um estimulante natural, o seu mecanismo de ação potencia o estado de alerta. Nesse sentido, é natural que o consumo de café ajude a aumentar o estado de vigília, essencial para uma condução segura.

Portugal continua a ser o país da União Europeia com a taxa mais elevada de mortalidade rodoviária. Por ano, ocorrem cerca de 1100 mortes provocadas por acidentes de viação, ou seja, praticamente três por dia. Recentemente, a Virginia Commonwealth University realizou um estudo para apurar quais os fatores que mais contribuem para os acidentes de viação e o cansaço/falta de atenção é responsável por 16% dos casos, sendo a principal causa de acidente (mais do que o álcool ou excesso de velocidade).

O Programa "Café e Saúde" foi implementado em Portugal, em 2007, pela AICC (Associação Industrial e Comercial do Café) com o objetivo de mudar a atitude dos profissionais de saúde relativamente ao consumo de café e acabar com alguns mitos.

Fonte: Revista Turbo (Portugal)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *