Estimativa de produção de café da Conab preocupa produtores do Sul de Minas

Imprimir

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou a primeira estimativa de safra do café para a colheita de 2018. E com os números lá em cima, o mercado reagiu de imediato, mas de forma negativa, já que a alta produção derrubou os preços da saca. Tudo isso, deixou os cafeicultores do Sul de Minas preocupados.

Segundo a Conab, a produção brasileira deve ficar entre 54,44 e 58,51 milhões de sacas. O número representa um aumento de quase 30% em relação à safra passada.

E com a possibilidade de tanto café no mercado, a queda no pregão da bolsa de Nova York foi imediata, de 205 pontos, o que representou uma queda no preço da saca de US$ 2,71. Aqui no Brasil, na bolsa de mercados e futuros, a redução foi ainda maior, de US$ 3,10 em um único dia.

O cafeicultor João Márcio de Carvalho tem uma propriedade em São Bento Abade e acompanha a tudo isso com preocupação, porque assim como outros produtores, ele não terá um aumento tão grande na produção.

“Dentro da nossa propriedade, a gente sabe que a projeção nossa de previsão de safra vai ter uma certa quantidade, não um aumento igual a Conab divulgou. Fica preocupante essa questão de quantidade e preço para o futuro desse ano da nossa cafeicultura”, afirma.

Em uma cooperativa de varginha, a atenção às variações do mercado é constante. A recomendação é que o produtor tenha paciência na hora de fechar negócio.

“Ter paciência, ter planejamento, ter o custo de produção na mão para que ele não fique refém dos movimentos de preço do mercado”, explica o gerente de exportações Artur Ornelas.

O cafeicultor Elvis Ricardo Junqueira Rezende diz que está acostumado com as incertezas do mercado e faz uma recomendação.

“Tem que ter paciência, não adianta correr para vender. Quando cai, se você correr pra vender, você faz o mercado cair mais ainda. Então é preferível ter um pouquinho de paciência, ir vendendo aos poucos, de acordo com o que você precisa”, conclui.

Fonte: EPTV Sul de Minas e G1 Sul de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *