Estiagem deve gerar quebra maior de café conilon em 2017

Imprimir
Larissa Pansani

A colheita do café conilon no Espírito Santo foi finalizada, mas os produtores estão preocupados com a próxima safra. A falta de chuvas na região já comprometeu a produção do café do ano que vem e a previsão é de uma perda igual ou ainda maior que a registrada neste ano.

Segundo o analista de mercado Marcus Magalhães, ainda é cedo para quantificar as perdas, mas as condições das floradas estão piores que as da safra passada e isso é um indicativo de redução do volume a ser produzido.

Para o produtor de café robusta Alexandre Bonadiman, as perdas devem ultrapassar os 20% em relação a esta safra. Ele calcula uma perda de até 80% na produção do ano que vem devido à forte estiagem no estado. O produtor explica que aqueles que cortaram as floradas só vão poder produzir novamente em dois anos, mas quem optou por deixar os pés de café vai amargar prejuízos.

Segundo a meteorlogista do Canal Rural Pryscilla Paiva, as chuvas só devem voltar ao Espírito Santo no fim de setembro e, mesmo assim, não devem causar efeito nas lavouras da região.

Reportagem original no link http://www.canalrural.com.br/noticias/mercado-e-cia/proxima-safra-conilon-deve-ter-quebra-igual-maior-que-deste-ano-63150

Fonte: Canal Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *