Está aberta oficialmente a Semana Internacional do Café 2017

Imprimir

Reconhecer a importância da economia primária para Minas Gerais e para o país, promovendo um resgate da valorização das origens do café, seu terroir e história, que estimule cada vez mais o agronegócio e a agricultura familiar. Esse é o grande objetivo da Semana Internacional do Café destacado durante a cerimônia oficial de abertura do evento que acontece até o dia 27 de outubro, no Expominas.

A fala inicial de abertura foi realizada pelo presidente da FAEMG Roberto Simões, que destacou a importância estratégica de Minas Gerais para a produção cafeeira no Brasil. “Este ano o café vai render mais de R$20 bilhões no Brasil e, segundo estimativas oficiais, Minas Gerais deverá recolher 24 milhões de sacas, representando cerca de 54% da produção nacional. Daí a importância do estado, em termos de geração de renda e exportação, para o país. Por isso, nos empenhamos tanto em produzir a Semana Internacional do Café, que nesta quinta edição está trazendo mais de 30 compradores internacionais, jornalistas e formadores de opinião para conhecer e difundir o nosso café pelo mundo, porque temos diversidade e qualidade”.

O superintendente do Sebrae Minas Afonso Borges, reforçou a parceria junto ao evento desde sua primeira edição e contou as principais novidades que a entidade trouxe para a SIC. “Além das nossas consultorias, cursos e oficinas, este ano trouxemos vídeos 3D para que os participantes do evento possam passear por dentro de algumas das propriedades de regiões produtoras do estado, uma experiência que realmente conecta as pessoas pelo café, como propõe o evento”.

O governador Fernando Pimentel, em sua fala de encerramento, citou o movimento que o governo do estado tem feito pelo reconhecimento e valorização dos produtos primários que são parte da identidade cultural de Minas Gerais, como o Café, o queijo e o leite, além de seus produtores. “temos orgulho em promover iniciativas como o Certifica Minas Café, pioneira no mundo, e o georreferenciamento da produção cafeeira, que já está mais de 90% mapeado e que deveria ter sido feito há muito tempo atrás”, comenta.

Estiveram presentes: o governador Fernando Pimentel; o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Pedro Leitão; o diretor-presidente da Codemig, Marco Antônio Castelo Branco; o presidente da FAEMG, Roberto Simões; o deputado estadual Dalmo Ribeiro, representando a Assembleia Legislativa; o secretário de Planejamento e Gestão, Helvécio Magalhães; superintendente do Sebrae Minas, Afonso Maria Borges; o presidente da Ocemg, Ronaldo Scucato; o presidente do Sicoob Central Crediminas, Alberto Ferreira; o diretor de Planejamento da Café Editora, Caio Fontes; o presidente da Federaminas Emílio Parolini; o presidente da Epamig, Rui Verneck; o presidente da Emater, Glênio Martins; o presidente do IMA, Marcílio Guimarães; além dos representantes de toda a cadeia produtiva do café.

Além das falas de abertura, a SIC apresentou uma série de homenagens: o governador Fernando Pimentel recebeu placas da FAEMG e do Sindicafé, além de uma medalha de honra da Associação Brasileira da Indústria do Café (ABIC), pelo reconhecimento e estímulo ao setor. A grande homenagem ficou por conta da própria SIC, que relembrou a importante atuação de Robério Oliveira Silva para o mundo do café, o primeiro brasileiro a ocupar um posto de liderança a Organização Internacional do Café e responsável pelo estimulo à realização da primeira edição do evento. Seu pai, o senhor Gabriel de Almeida Silva, esteve presente recebendo os cumprimentos de todos os presentes.

Na ocasião, o evento contou também com a assinatura de dois despachos governamentais, que determinam à Secretaria de Agricultura e suas vinculadas, a conjunção de esforços para cumprimento das metas e ampliação do Certifica Minas Café, além da elaboração de termo de cooperação com o objetivo de formalizar uma avaliação comparativa entre os dois padrões standards, as responsabilidades e os próximos passos para o reconhecimento direto de produtores certificados pelo Certifica Minas Café como cumpridores de código de conduta.

Fonte: Ascom SIC e vídeo da Rede Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *