Espírito Santo exportou quase 400 mil sacas de café em julho

Imprimir

O número de sacas exportadas do arábica e do café solúvel aumentou em relação ao mês de junho, já o conilon houve queda. Neste mês de julho as exportações de café pelos portos capixabas se mantiveram estáveis. No total, foram exportadas 399.251 sacas no último mês – em junho, o total foi de 379.146 -, que geraram uma receita de US$ 67.353.777,34.

O Centro do Comércio de Café de Vitória (CCCV) divulgou um relatório informando que saíram do Espírito Santo em julho 200.863 sacas de café arábica, 171.056 de conilon e 27.332 de solúvel, comercializadas por um preço médio de US$ 168,70. No mês anterior, foram escoadas pelos portos capixabas 180.967 sacas de arábica, 182.999 de conilon e 15.180 de solúvel.

No acumulado de 2012, foram exportadas pelos portos capixabas 2.349.443 sacas, com uma receita de US$ 447.108.765,38.  Do volume total comercializado de café, 1.576.494 sacas foram de arábica, 617.999 de conilon e 154.839 de solúvel. Estados Unidos, seguidos de Argentina, Líbano, Turquia e Alemanha foram os principais compradores do café escoado pelo Espírito Santo de janeiro a julho deste ano.

De acordo com dados do Conselho dos Exportadores de Café (Cecafé), o volume exportado em julho pelo Brasil apresentou leve aumento de 0,73% em relação ao mesmo mês do ano passado. Foram embarcadas 2.077.703 sacas de 60 kg em comparação com 2.063 milhões de sacas em julho de 2011. Já a receita, de US$ 428.852 milhões, apresentou queda de 20,4% nesse mesmo período.

No Espírito Santo, o CCCV, em parceria com o Centro de Desenvolvimento Tecnológico do Café (Cetcaf), Incaper e outras instituições se empenham para orientar os produtores para que os mesmos venham ter uma colheita com maior qualidade, principalmente do conilon. Segundo o presidente do CCCV, Luiz Polese, se o grão for bem tratado, colhido no tempo certo de amadurecimento e secado de forma correta, em terreiro-estufa ou secador de fogo indireto, ele terá uma safra gourmet e será bem remunerado.

Fonte: Campo Vivo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *