ES: queda na produção de café afeta comércio em Vila Valério

Imprimir
Alessandro Bacheti
Do G1 ES, com informações da TV Gazeta Via CNC

A queda na produção de café, devido à seca, afeta o comércio de Vila Valério, no Noroeste do Espírito Santo. A agricultura movimenta 90% da economia do município e, por causa da crise, o comércio também é afetado. O Sindilojistas diz que demissões atingem 50% das lojas.

Uma loja de móveis e eletrodomésticos teve queda de 50% nas vendas. “Devido à colheita, as vendas aumentam, vem muita gente de fora. Neste ano, está passando batido, como se não tivesse colheita. E para alguns agricultores não teve, a colheita foi de muito pouco”, disse o gerente Alan Belmiro Rosa.

Segundo o gerente, a inadimplência aumentou. “Alguns procuram, tentam renegociar, parcelar mais o que já está parcelado. A inadimplência aumentou”, disse.

A crise hídrica que atingiu as lavouras também chegou no supermercado. Os clientes estão comprando menos. “A gente leva mais os que estão na promoção, liquidação, essas coisas. Tem que economizar”, disse a lavradora Ivanete Penha.

As vendas no supermercado caíram cerca de 30%. “Cortamos gastos com funcionários, foram demitidos três funcionários, e também diminuímos o consumo de energia”, relatou o comerciante Luiz Antônio Libardi.

Sindilojistas – O diretor do Sindilojistas, João Grigoleto, disse que as demissões já chegaram a 50% das lojas.

“Uma situação em que a gente não consegue enxergar no final do túnel uma luz. É um momento muito difícil que o município está atravessando, bem como toda a região”, afirmou.

Para ele, a situação só vai melhorar se chover no município. “Mesmo que a economia melhore, se não chover, não vejo muita mudança”, disse.

Produção – O município de Vila Valério já chegou a produzir 850 mil sacas de café. Neste ano, a previsão do Incaper é fechar a safra em 250 mil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *