Empresária ministra palestra sobre cosméticos à base de café na UFLA

Imprimir

Para inspirar os estudantes na arte de empreender e contar a trajetória da Kapeh Cosméticos, empresa que comercializa produtos de beleza à base de café, a empresária Vanessa Vilela, de 35 anos, ministrou uma palestra na última quinta-feira no anfiteatro do Departamento de Administração e Economia na Universidade Federal de Lavras (UFLA). O seminário ocorreu durante o colóquio “Conversações sobre teoria e prática na administração”.

Vanessa nasceu em Três Pontas, sul de Minas Gerais. Farmacêutica e bioquímica, a presidente da Kapeh (café no dialeto Maia) contou que toda sua família vive e ‘respira’ café há várias gerações. Segundo ela, foi daí que surgiu a ideia de pesquisar as propriedades do café e desenvolver produtos de beleza.

“O café é extremamente rico para a pele. Ele tem uma altíssima concentração de substâncias antioxidantes, que neutralizam a ação maléfica dos radicais livres, que causam o envelhecimento da nossa pele. Essas substâncias são as meninas dos olhos da indústria cosmética”, disse Vilela.

A empresária explicou que o grão verde, antes do processo de torra, é realizada a extração de óleo. Para os produtos, também é utilizada a flor do café. Vanessa destacou outros benefícios do café para o corpo e para a saúde.

“O café tem alta concentração de cafeína, que estimula a queima de gordura e é redutor de medidas. É um ativo muito promissor no tratamento de queda capilar, por estimular a circulação sanguínea. Tem uma alta concentração de flavonoides, que geram um efeito de proteção natural da pele”, explicou.

Como reconhecimento do seu trabalho, a empresária vem colecionando prêmios em inovação e empreendedorismo. Em 2010, Vanessa foi finalista do Empretec Women in Business Award da ONU, ficando entre as 10 melhores empreendedoras do mundo. Em 2011 venceu o Prêmio Nacional de Inovação, realizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Já em 2012 foi nomeada Young Global Leader (YGL), pelo World Economic Forum, que reconheceu os mais distintos jovens líderes globais.

Vanessa Vilela contou que durante sete anos trabalhou em uma farmácia de manipulação. Mas em 2004, resolveu iniciar a pesquisa e por em prática a ideia da empresa. Em 2007, a Kapeh iniciou suas atividades. Hoje já são mais de 250 pontos de venda em todo o Brasil, além de Portugal e Holanda e mais de 50 produtos desenvolvidos.

Muito aplaudida após o evento, a empreendedora ressaltou a importância de estar em contato com estudantes e professores “Eu gosto de estar em contato com o meio acadêmico. Você troca experiências, ideias. As universidades são berços de ideias e pesquisas. É muito importante essa interação empresa e universidade”, finalizou.

Fonte: Polo de Excelencia do Café

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *