Emater-MG lança série de 28 minidocumentários com conteúdo técnico

Imprimir
No ano em que a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG) completa 70 anos, uma novidade que é quase um presente de aniversário, pela utilidade que pode ter para quem trabalha e vive no meio rural. Trata-se de uma série de 28 minidocumentários, com conteúdo técnico sobre variados temas de interesse da agricultura familiar, produtores rurais em geral e extensionistas. O acervo, num total de 379 minutos, poder ser assistido pelo site da Empresa.

O trabalho, fruto de um convênio da Emater-MG com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, pode ser conferido também no Programa Minas Rural, que vai ao ar, pela Rede Minas, aos sábados, 8h; domingo 9h e quarta-feira, 13h. O programa também é exibido pelas emissoras Terra Viva, Agrobrasil, TV Horizonte, além de cerca de 15 emissoras pelo interior de Minas, no site da Emater-MG e no Youtube. Os filmes estão sendo exibidos no quadro semanal de Dicas Técnicas.

O presidente da Emater-MG, Glenio Martins, reforça que os filmes são mais uma forma de disponibilizar conteúdo de qualidade, em plataformas que possam alcançar o maior público possível. “Um trabalho feito de forma primorosa, com depoimentos de profissionais da área, de produtores que estão adotando práticas inovadoras, tudo para demonstrar técnicas importantes de manejo, gestão, arranjos que podem alavancar a produção e a comercialização dos produtos da agricultura familiar. Sem falar na alta qualidade das imagens, um trabalho que prende o telespectador do início ao fim”.

Segundo a coordenadora técnica estadual de Metodologia, Luciana Rocha, a seleção dos temas e conteúdos priorizou as oito agendas estratégicas que a Emater-MG trabalha: agroecologia; cadeia de valor da bovinocultura; comercialização e gestão; cadeia de valor do café; inclusão produtiva e erradicação da pobreza; frutas, olerícolas e pequenos animais; segurança hídrica e sustentabilidade ambiental; e juventude rural e sucessão na agricultura familiar.

O objetivo, reforça a coordenadora, é que a empresa tenha um acervo de vídeos de alta resolução e qualidade para utilização em cursos de capacitação, tanto dos extensionistas quanto dos agricultores, podendo também ser utilizados em eventos. “Eles foram produzidos no formato de documentário. Portanto, além do conteúdo técnico, as reportagens têm um lado emocional e afetivo. São os produtores contando suas histórias”, explica.

Fonte: Assessoria de Comunicação – Emater-MG (Por Terezinha Leite)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *