Emater exibe tecnologias para a agricultura familiar e lança concurso na Expocafé 2010

Imprimir

Tecnologias desenvolvidas para agricultores familiares e artesanato regional serão exibidas pela Emater durante a EXPOCAFÉ 2010, que acontece de 16 a 18 de junho, na Fazenda Experimental da EPAMIG, em Três Pontas.

No estande de madeira que a empresa mantém desde 2003, os visitantes vão conhecer as vantagens de diferentes terreiros para a secagem de café: um construído em cimento, outro em lama asfáltica e um terceiro de pano, que facilita a retirada do produto, no caso de chuvas. “O importante é que as três opções são de baixo custo”, assinala o engenheiro agrônomo Luiz Eustáquio de Carvalho, da Emater de Três Pontas.

No lavador maravilha, os produtores aprendem a separar o café cereja. “Ele está diretamente ligado à qualidade final do produto”, explica o engenheiro agrônomo João Avelar, da unidade de Lavras. O lavador usa águas da propriedade, que podem ser reutilizadas ao final do processo.

A Emater também mostra ao público um composto orgânico feito à base de palha de milho, cascas de café, esterco de curral, capim picado e restos de silagem, usado para reduzir gastos com adubos químicos, além de favorecer o meio ambiente. Na fossa ecológica, a empresa ensina como tratar todo o esgoto da propriedade através de um biodigestor feito com pneus velhos, restos de construção, brita, areia e terra, sobre a qual podem ser cultivadas hortaliças, flores, grama e outras plantas. Além disso, exibe tecnologias para iluminação ecológica, com uso de garrafas pet e água, sistema de integração lavoura-pecuária-silvo-agropastoril, controle de formiga em fruteiras e estufas construídas com micro aspersores feitos com canudinho de pirulito e tudo de aplicação de soro.

À venda, estarão produtos artesanais produzidos por agricultores familiares de vários pontos do Sul de Minas, com uso de madeira, palha de milho, cascas de café, cabaça, crochê e tricô, bordados, pinturas e doces, licores, cachaças e outras especiarias feitas com a produção das famílias.

Outra alternativa para os pequenos produtores é o Programa de Aquisição de Alimentos, que garante o escoamento e a comercialização dos produtos da agricultura familiar e a permanência dos agricultores no meio rural com dignidade. No estande, a Emater fornece orientações sobre o programa, que institui parâmetros específicos para a compra de alimentos diretamente da agricultura familiar. Estes alimentos são destinados ao atendimento da demanda das famílias carentes e à recomposição dos estoques do governo.
Concurso de Qualidade Cafés de Minas

Durante a EXPOCAFÉ 2010, a Emater também lança o 7º Concurso de Qualidade Cafés de Minas. Entre as novidades da edição deste ano está o georreferenciamento de todas as amostras inscritas, o que vai proporcionar às propriedades participantes um diferencial a mais no mercado internacional.

Segundo os organizadores do concurso, as amostras serão recebidas até o dia 8 de setembro em todos os escritórios da Emater-MG. Os produtores poderão concorrer em duas categorias: café natural e cereja descascado. Serão premiadas as três melhores amostras de cada categoria. Serão avaliados o aspecto físico dos grãos (como grau de umidade e uniformidade), além das características sensoriais da bebida preparada, como sabor, aroma, corpo e grau de acidez.

Mais informações sobre como participar podem ser obtidas pelo telefone (35) 3821-0020 ou pelo e-mail uregi.lavras@emater.mg.gov.br.

Fonte: Epamig

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *