Dráuzio Varella fala sobre café e estilo de vida saudável para cooperados da Cooxupé

Imprimir

Médico realizou palestra em evento de inauguração do Complexo Industrial Japy da Cooxupé, na manhã desta quinta-feira, 18 de outubroO médico e especialista em cancerologia, doutor Dráuzio Varella, falou sobre café e estilo de vida saudável para mais de 1,5 mil cooperados, em evento que marcou a inauguração da segunda etapa do Complexo Industrial Japy da Cooxupé, na manhã desta quinta-feira, 18 de outubro.

Dráuzio apresentou ao público alguns estudos realizados em países, como os Estados Unidos, que constataram a diminuição da mortalidade, numa faixa de 10 a 15%, em homens e mulheres que consomem café. O médico também comentou a importância desta bebida e que o café pode sim fazer parte de um estilo de vida mais saudável.

Café e saúde  
O evento ainda contou com a participação do médico cardiologista Miguel Moretti, que apontou dados de recentes pesquisas que comprovam os benefícios do café para a saúde. O palestrante apresentou alguns estudos científicos, trazendo constatações referentes ao consumo da bebida como: o aumento da concentração, atenção e memória; redução da diabetes; diminuição do risco de AVC em mulheres.

Miguel ainda apresentou que o consumo de cafeína é seguro, se feito com moderação, ou seja, até 500 mg diariamente. “Não há nenhuma repercussão negativa do café na saúde das pessoas se for tomado em quantidades habituais. Nem naqueles com doença coronária”, enfatizou.

O Complexo Industrial do Japy
O complexo logístico recebeu investimentos de cerca de R$ 75 milhões e irá implementar um processo inovador para o café: saem de cena as sacas de 60kg e a operação passa a ser feita a granel e automatizada, conferindo maior competitividade ao grão.

Com o complexo, a Cooxupé, maior cooperativa de café do mundo, dobrou sua capacidade de armazenamento e beneficiamento do grão, correspondendo às necessidades do mercado atual. A unidade de preparo engloba um conjunto de 60 silos, com capacidade para 3 mil sacas cada, que serão utilizados para guardar os cafés preparados para a venda nos mercados interno e externo.

Estas estruturas podem receber, a granel, o equivalente a 35 mil sacas de café por dia. A capacidade de preparo da Cooxupé passa a ser de 27.800 sacas/dia.

Outras informações pelo site: www.cooxupe.com.br

Fonte: Phábrica de Ideias – Assessoria de Imprensa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *