Diferencial entre os preços do arábica e robusta chega a 100 reais/saca, revela levantamento do Cepea

Imprimir
O diferencial entre os preços dos cafés arábica e robusta tem crescido nos últimos meses no mercado brasileiro, de acordo com levantamento do Cepea.

No geral, as duas variedades têm se desvalorizado em boa parte da temporada 2018/19, mas as baixas do robusta têm sido um pouco mais intensas, ampliando a distância frente ao arábica.

Na parcial da safra (de julho/18 a 8 de abril/19), o Indicador CEPEA/ESALQ do arábica tipo 6 (posto na cidade de SP) está 100,33 reais/sacas acima do Indicador CEPEA/ESALQ do robusta tipo 6 (peneira 13 acima).

No mesmo período da temporada 2017/18, a diferença entre as variedades era de 84,61 reais/sc. A expectativa do setor, de acordo com pesquisas do Cepea, é de que esse diferencial siga estável nos próximos meses, tendo em vista as perspectivas baixistas para as duas variedades.

No caso do arábica, a elevada quantidade produzida em 2018/19, a recuperação dos estoques nacionais e globais e a aproximação da colheita da safra 2019/20, que deve ter produção elevada para um ano de bienalidade negativa, vêm mantendo a pressão sobre as cotações.

Para o robusta, as perspectivas também são de maior produção, o que deve resultar em novas quedas nas cotações.

Fonte: Cepea

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *