Desvalorização internacional reforça pressão sobre cotação do café arábica no Brasil

Imprimir
Os preços internos do café arábica estão em queda desde o final de 2017, pressionados pela perspectiva de uma safra 2018/19 volumosa no Brasil.

Nos últimos dias, no entanto, as quedas nas cotações externas e a desvalorização do dólar intensificaram o movimento de baixa dos preços domésticos.

dolar

Entre 14 e 20 de fevereiro, o Indicador CEPEA/ESALQ do arábica tipo 6, bebida dura para melhor, posto na capital paulista, recuou 2,13% (ou 9,42 reais/sc), fechando a R$ 433,39/saca de 60 kg nessa terça-feira, 20.

No acumulado parcial de fevereiro, a baixa é de 2,43%. Nesse cenário, a liquidez interna é baixa, uma vez que, conforme colaboradores do Cepea, compradores e vendedores se afastaram do mercado.

Fonte: Cepea

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *