Deputados vão ao município de Machado debater cafeicultura

Imprimir
Audiência pública realizada em Nova Resende. (Foto: Luiz Valeriano / Ascom CCCMG)
Audiência pública realizada em Nova Resende. (Foto: Luiz Valeriano / Ascom CCCMG)

O município de Machado, no Sul de Minas, recebe, nesta terça-feira (2/8/16), a Comissão de Agropecuária e Agroindústria da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) para discutir a cafeicultura no Estado. A reunião será às 13 horas, no Instituto Federal do Sul de Minas – Centro de Excelência Campus Machado (Rodovia Machado-Paraguaçu, km 11), e atende a requerimento dos deputados Emidinho Madeira (PSB), Fabiano Tolentino (PPS), Nozinho (PDT), Rogério Correia (PT), Antônio Carlos Arantes (PSDB) e Inácio Franco (PV).

O presidente da comissão, deputado Fabiano Tolentino, reforçou que a economia mineira é baseada, predominantemente, nas atividades agrícolas. “O agronegócio foi responsável, em 2015, por 33% das exportações do Estado, totalizando US$ 5,5 bilhões”, comentou. Tolentino disse, ainda, que é necessário propor políticas que valorizem a produção e a venda do café. “Em Minas, no acumulado desse ano, a produção foi estimada em quase 30 milhões de sacas, um crescimento de 28% em relação à última safra”, destacou.

O deputado Emidinho Madeira, vice-presidente da comissão e presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Cafeicultura, afirma que essa é uma oportunidade para que sejam apresentadas novas ideias e reivindicações. “A cafeicultura foi, e continua sendo, o grande pilar da nossa economia. Nosso papel, como poder público, é abrir os canais de discussão”, pontuou.

Convidados – Foram convidados o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, João Cruz Reis Filho; o prefeito de Alfenas e presidente do Consórcio para o Desenvolvimento do Café do Sul e Sudoeste de Minas Gerais, Maurílio Peloso; o presidente da Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé Ltda., Carlos Alberto Paulino da Costa; o presidente da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais, Glênio Martins de Lima Mariano; o reitor do Instituto Federal Sul de Minas Gerais, Marcelo Bregagnoli; o diretor-geral do Instituto Federal Sul de Minas Gerais, Carlos Henrique Rodrigues Reinato; e o gerente do Campo Experimental de Machado, Gilmar Cereda.

Fonte: Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *