Deputado Emidinho Madeira aponta resultado positivo em reunião com a Ministra Tereza Cristina

Imprimir
Em audiência na noite da terça-feira, 20, o deputado federal e presidente da Frente Parlamentar do Café (FPC), Emidinho Madeira entregou nas mãos da ministra da agricultura, Tereza Cristina, uma pauta de reivindicações, solicitando ajuda do governo federal ao setor cafeeiro.

“Para estancar a crise que passam os produtores de café, será preciso a implantação do Prêmio Equalizador Pago ao Produtor (PEPRO), na modalidade invertida e de forma urgente, além da prorrogação das dívidas de custeio do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira)”, ressalta o parlamentar, que também apontou como resultado positivo o fato da ministra colocar em sua pauta reunião a ser realizada nos próximos dias com o Banco Central. “Temos informações de que muitos cafeicultores, quando procuram as agências que operam no crédito rural, são informados de que não existe crédito disponível na modalidade pretendida. A gente aguarda um novo modelo de trabalho junto a esses milhares de produtores que não têm mais como sobreviver na atividade”, destacou o presidente da FPC.

Uma das propostas de Emidinho é que o prazo do Funcafé aumente para cinco anos, com um ano de carência mantendo as condições contratuais. A ministra garantiu que ainda nesta semana irá convidar os bancos para discutir a questão do endividamento do setor cafeeiro de forma que estes orientem suas agências regionais e locais sobre a prorrogação das dividas dos cafeicultores de acordo com as regras do manual de crédito rural do Banco Central.

O deputado Emidinho Madeira fez questão de ressaltar a importância da CNA – Confederação Nacional da Agricultura, representada na ocasião pelo presidente da Comissão do Café, Breno Mesquita e também da importante participação dos três senadores por Minas Gerais, Rodrigo Pacheco, Antônio Anastasia e Carlos Viana, da líder do governo na Câmara Federal, Joice Hasselmann, além de vários deputados federais.

Pautas:

  • Prêmio por produtor até 300 sacas;
  • Prorrogação das dívidas de custeio do FUNCAFÉ por 5 anos com 1 ano de carência;
  • Revisão da composição dos membros privados do CDPC – Conselho Deliberativo da Política do Café.

Fonte: A Folha Regional (Com informações e foto da assessoria de comunicação do Deputado Emidinho Madeira)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *