Deputado Capixaba quer reativação da Câmara Setorial do café

Imprimir

“É o primeiro passo para o Estado conseguir uma vaga no Conselho Nacional do Café, melhorando as condições de financiamentos para estocagem, plantio e melhorias nas lavouras”. Com essas palavras, o deputado federal Nilton Capixaba (PTB-RO) estabeleceu uma parceria técnica para reativar a Câmara Setorial do Café em Rondônia. A reunião aconteceu na última sexta-feira (22), no auditório da Câmara Municipal de Cacoal.

Na reunião ficou decidido que Cacoal enviará para Câmara do Café do Estado um representante dos cafeicultores e um do setor empresarial, com seus respectivos suplentes. Os nomes serão apresentados no dia 2 de março próximo, durante o Dia de Campo do Café na cidade de Cacoal.

De acordo com o assessor técnico da Seagri, Aparecido Filipino Neves, a ideia principal é estimular os produtores que trabalham com a cafeicultura e fortalecer a lavoura cafeeira. “Nosso secretário de Agricultura Evandro Padovani, o governador Confúcio Moura (PMDB), juntamente coma a bancada federal e estadual trabalham para fortalecer a lavoura cafeeira no Estado” frisou.

Para Capixaba, assuntos como a Lei 2.030 que institui o Procafé e cria o Funcafé, dentre outros assuntos referentes à cadeia produtiva do café devem ser debatidos com os quem compõe a cafeicultura no Estado. O parlamentar enfatizou que na Câmara dos Deputados sua luta é sempre em favor de Rondônia e principalmente das famílias do campo.

Rondônia que já produziu mais de quatro milhões de sacas de café por ano, registrou declínio nos últimos 10 anos. Atualmente sua produção é de cerca de 1,2 milhão de sacas/ano.

“Precisamos devolver a Cacoal o título de Capital do Café. A união da classe produtora, maquinistas, compradores de café e do poder público será a resposta para o desenvolvimento da cafeicultura em Rondônia” destacou o parlamentar.

A Câmara Setorial do café será o elo entre produtores, cooperativas, associações, sindicatos, a indústria de café, o varejo, supermercadistas, consumidores e governo. “Vamos integrar num esforço comum a reativação da Câmara Setorial e fazer de Rondônia a Capital do Café”, frisou Capixaba.

Para a deputada estadual Glaucione Rodrigues (PSDC-Cacoal), a harmonia dos poderes juntamente com os membros da cadeia produtiva será o elo para o aumento da produção de café no Estado. “Consegui garantir no orçamento deste ano, através de Emenda Coletiva, R$ 4 milhões para a cadeia produtiva do café à implantação de agroindústrias”, afirmou a parlamentar.

Conilon

Rondônia destaca-se pela sua aptidão para cultivo do café Conilon em regime de agricultura familiar. As novas tecnologias desenvolvidas pela Embrapa/Rondônia da cultivar do Conilon BRS Ouro Preto fará com que a produção passe de 80 sacas por hectare de lavouras cultivadas no Estado.

O encontro, organizado pelo deputado federal Nilton Capixaba contou a presença da deputada estadual Glaucione Rodrigues, vereadores Bruno Trevizani, Mão, Fúria, Valter Pires, o superintendente Federal de Agricultura no Estado, José Valterlins Calaça, assessor técnico da Seagri, Aparecido Filipino Neves, representantes da Ceplac, Emater, cooperativas, maquinistas e produtores rurais.

Fonte: Rondônia Dinâmica

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *