Cotações do arábica seguem com leve baixa nesta tarde de 6ª e estendem perdas na Bolsa de Nova York de olho no Brasil

Imprimir
Os contratos futuros do café arábica na Bolsa de Nova York (ICE Futures US) operam com leve baixa nesta tarde de sexta-feira (13) e estendem as perdas dos últimos dias. O mercado acompanha as chuvas que caíram no Brasil e que devem ser registradas nos próximos dias no cinturão produtivo e que, na visão dos investidores pode melhorar as condições das lavouras para a safra 2018/19.

Por volta das 12h45 (horário de Brasília), o contrato dezembro/17 estava cotado a 126,05 cents/lb com queda de 30 pontos, o março/18 também caía 35 pontos, a 129,75 cents/lb. O contrato maio/18 operava com recuo de 25 pontos e estava sendo negociado a 132,25 cents/lb e o julho/18 tinha desvalorização de 40 pontos, cotado a 134,45 cents/lb. Essa é a terceira baixa seguida.

O mercado também recuou ontem pelo segundo dia consecutivo diante das chuvas registradas no cinturão produtivo do Brasil, maior país produtor e exportador do grão. “As chuvas mais expressivas observadas no Brasil depois de um período seco pressionaram os preços”, disse Robert Bresnahan, presidente da Trilateral, à Reuters internacional.

No Brasil, por volta das 09h15, o tipo 6 duro era negociado a R$ 440,00 a saca de 60 kg em Espírito Santo do Pinhal (SP) – estável, em Guaxupé (MG) os preços também seguiam estáveis a R$ 435,00 a saca e em Poços de Caldas (MG) estavam sendo cotados a R$ 436,00 a saca. O mercado interno brasileiro continua registrando poucos negócios. O cenário piorou com as quedas externas recentes.

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *