Costa Rica prevê aumento de 3% na produção 2011/12, diz Icafé

Imprimir

A produção de café da Costa Rica deve aumentar quase 3% durante a temporada 2011/12, conforme produtores usarem os lucros obtidos com os preços altos da atual temporada para expandir a produtividade, de acordo com o subdiretor executivo do Instituto Costa-riquenho de Café (Icafé) Edgar Rojas. A produção deve crescer para 1,55 milhão de sacas de 60 kg, de acordo com Rojas. "Os preços têm sido bons, portanto há mais atenção para a safra em termos de fertilização, gerenciamento do solo e em prevenção e controle de pragas", disse.

De acordo com Rojas, os atuais esforços de renovação dos cafezais começaram como parte de um programa do governo no ano passado e também devem melhorar a produção no longo prazo, porque os cafeeiros antigos e de baixa produtividade vinham prejudicando a safra. A tendência de aumento da produção na próxima temporada deve permanecer após a colheita atual, que já é 8% maior do que a 2009/10. O ciclo atual termina em 30 de setembro. Até o momento, cerca de 1,5 mil hectares do total de 90 mil hectares de café no país foram substituídos. No ano que vem, a meta é substituir mais pelo menos 4 mil hectares.

A Costa Rica, que já foi o segundo maior produtor de café na América Central, viu a produção cair 35% durante os últimos dez anos, pois as plantações, abandonadas pelos produtores quando os preços recuaram no início dos anos 90, acabaram sendo usadas para outros fins. No entanto, o país continua sendo um dos mais conhecidos por seu café arábica lavado de qualidade. Companhias como a Starbucks e outras grandes redes vendem cafés de origem costa-riquenha. As informações são da Dow Jones.

Fonte: Agência Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *