Cooxupé espera receber 5,4 milhões de sacas nesta safra 2018

Imprimir
A Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé (Cooxupé) abriu oficialmente a colheita em sua área de ação nesta sexta-feira, o município de Campestre (MG). Para 2018, a meta da cooperativa mineira é receber 5,4 milhões de sacas de 60 kg de café verde, tipo arábica.

A área de atuação da Cooxupé compreende cerca de 200 municípios das regiões do sul de Minas Gerais, Cerrado Mineiro e Média Mogiana do Estado de São Paulo.

“Neste ano, acreditamos que a safra em nossa área será boa. Não será recorde como ouvimos e lemos a respeito, mas será boa. No entanto, muitos produtores não conseguirão remunerar os custos de produção, uma situação que a Cooxupé vem defendendo nos últimos anos – por conta da necessidade dos preços serem mais condizentes com a realidade e os fundamentos do mercado”, informou em comunicado o vice-presidente da Cooxupé, Carlos Augusto Rodrigues de Melo.

Melo ressaltou, ainda, que mesmo diante deste cenário, o cafeicultor não deve deixar de participar do mercado, incluindo as opções de futuro. “Orientamos aos nossos cooperados que façam vendas paulatinamente para fazer uma média boa. É muito importante ficar de olho e não perder oportunidades”, completou.

A Cooxupé tem atualmente cerca de 14.500 cooperados. Em 2017, a cooperativa recebeu 4,73 milhões de sacas (ano de bienalidade baixa), embarcando para os mercados interno e externo 5,54 milhões de sacas. Somente para o mercado internacional, 4,05 milhões de sacas foram enviadas para 48 países em cinco continentes. Entre os consumidores estão Alemanha, Argentina, Bélgica, Canadá, Espanha, Estados Unidos, Itália, Japão, Suécia, entre outros. As exportações correspondem a 80% das atividades da Cooxupé.

Fonte: Agência Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *