Cooxupé deve seguir como maior exportador individual de café

Imprimir

A Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé (Cooxupé), no sul de Minas, deve sustentar nesta safra 2012 a liderança na exportação individual do grão verde, conquistada no ano passado. Em 2011, ano de safra baixa, a Cooxupé embarcou cerca de 4,2 milhões de sacas de 60 kg de café. Este ano a previsão é exportar de 5,5 milhões a 6 milhões de sacas, conforme avaliação do diretor de Exportação da Cooxupé, Joaquim Libânio Ferreira Leite, que participou nesta quarta-feira do 19º Seminário Internacional de Café de Santos, em Guarujá, no litoral paulista.

"O interessante é que boa parte desse volume exportado é representada por pequenos produtores, já que dos cerca de 12 mil cooperados perto de 80% são pequenos e médios cafeicultores", afirma. Ferreira Leite salienta que os produtores cada vez mais estão se dedicando a produzir café de qualidade, com alto valor agregado. "Há um crescimento de produto certificado, mostrando a conscientização do produtor, do exportador e da indústria em relação à importância da produção ambientalmente correta, socialmente justa e economicamente viável. É uma tendência irreversível para todos os tipos de alimentos. E o Brasil vem respondendo bem a isso", garante.

Quanto à entrega do café brasileiro na Bolsa de Nova York, que será permitida a partir de 2013, Ferreira Leite comenta que "é uma coisa boa". "Teremos uma base de preço para o nosso café", disse. Ele considera, no entanto, que dificilmente o Brasil entregará grandes volumes inicialmente, "porque o mercado está pagando mais do que a bolsa". Além disso, ele explica que o volume de café cereja descascado, que será aceito na bolsa, ainda é limitado no País. "Só é possível processar o cereja descascado a partir do grão maduro. Mas é difícil, como produtor, colher todos os grãos maduros ao mesmo tempo. Você só colhe um porcentual de grãos maduros, que tradicionalmente não passa de 25%", justifica.

Fonte: Agência Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *