Cooxupé considera que opções públicas são a melhor alternativa para produtor enfrentar os preços baixos do café

Imprimir

Visando buscar alternativas que possam ajudar o produtor do café a enfrentar os preços baixos, o Notícias Agrícolas conversou com Carlos Augusto Rodrigues de Melo – Presidente Cooxupé para fazer uma análise em cima dos dados que mostram que a cafeicultura além de sofrer com os preços baixos de mercado, também poderá ter uma safra abaixo do esperado.

Para a Cooxupé, opções públicas são a melhor alternativa para o produtor enfrentar os preços baixos do café. “Precisamos ter uma polícia pública mais a longo prazo. No nosso entendimento, para nos atender é necessário que possamos ter como mecanismo a questão das opções públicas”, afirma. Diante de um cenário com os valores baixos, a prorrogação de dívidas é uma das soluções que precisam ser avaliadas pelo governo, afirma o presidente. “Neste momento, com preços nesses patamares são necessários”, afirma.

Ele ressalta ainda que caso o mercado não tenha uma safra frustadas, como já indicam os números, é importante que as questões públicas fiquem prontas para quando for necessário e reaquecer o mercado, que atualmente não cobre os preços do produtor. “Para isso é preciso que as ferramentas estejam prontas para podermos então executá-las, naquele momento oportuno, se necessário”, disse.

Fonte: Notícias Agrícolas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *