Coopercam apoia entidade que atua na recuperação de alcoólatras e dependentes químicos

Imprimir
A responsabilidade social, mais uma vez, é defendida pela Cooperativa dos Cafeicultores de Campos Gerais e Campo do Meio junto à comunidade na qual está inserida. Em meados deste ano, a Coopercam apoiou o Projeto Social Resgatando Vidas, que trabalha na educação de crianças através da prática esportiva. Agora, a Coopercam está apoiando a instituição Desafio Jovem Getsemani – Teen Challenge Brasil – Casa de Recuperação Álcool e Drogas.

Em Campos Gerais, a entidade está localizada na comunidade rural Boa Vista dos Coqueiros. Há mais de dois anos no munícipio, atua como um instituto civil/religioso nos cuidados e na recuperação de dependentes químicos e alcoólatras. Entre as atividades educacionais propostas pela entidade às pessoas assistidas estão a criação de um viveiro de mudas de café como um trabalho ocupacional. Além disso, a ideia é vender essas mudas e reverter o dinheiro para a manutenção da Casa

A Coopercam, sensibilizada com o Desafio Jovem Getsemani – Teen Challenge Brasil – Casa de Recuperação Álcool e Drogas, e disposta a amparar na recuperação dessas pessoas, fez a doação de fertilizantes e defensivos para ajudar o viveiro de mudas de café. A entidade já é conhecida dos colaboradores Coopercam, já que este ano, durante da realização da Sipat, pessoas que passaram pela Casa deram depoimentos sobre a luta contra o vício e a recuperação estabelecida com o apoio do projeto.

O Teen Challenge
A origem desse trabalho está em Nova Iorque (EUA), quando o Pastor David Wilkerson, em 1958, começou a ajudar jovens dependentes de drogas, orientando-os na sua recuperação e reinserção social. O sucesso deste trabalho motivou a criação da Organização, que se estendeu a outras cidades americanas através de corporações autônomas, ainda que sob a mesma designação e seguindo a mesma filosofia.

O Teen Challenge não se limitou às fronteiras dos Estados Unidos. Progressivamente, se estendeu e tornou-se uma organização conceituada e reconhecida pelos governos de vários países, devido ao grande sucesso alcançado na recuperação de dependentes químicos. No Brasil, o projeto embarcou em 1977 e funcionou até 1982. Em 2003, houve a restauração do Desafio Jovem do Brasil, através do Pastor Galdino Moreira Filho.

Fonte: Sakey Comunicação (Por Eliana Sonja)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *