Cooperativas contarão com plataforma digital

Imprimir
A Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) vai contar com uma nova plataforma digital que vai permitir as cooperativas visualizarem e apresentarem propostas para compras públicas. Chamado de “Cooperativas nas Compras Públicas”, o espaço informa em tempo real sobre chamadas públicas e o lançamento de editais de licitação das três esferas governamentais para aquisição de produtos e serviços.

Vice-presidente da Comissão de Agricultura, o deputado federal Evair de Melo (PP-ES) prevê que essa plataforma será fundamental para auxiliar o crescimento das cooperativas, gerando mais oportunidades no campo. “A atuação do cooperativismo é fundamental para o crescimento econômico e social de vários municípios e através dessa ferramenta, será possível ampliar esse ‘campo de oportunidades’, garantindo novos empregos e renda sustentável”.

Diretor da Frente Parlamentar do Cooperativismo (Frencoop), Evair trabalhou para transformar em Lei o Projeto de Lei Complementar que permitiu aos municípios a manutenção da folha de pagamento de servidores, movimentação financeira e outras atividades em cooperativas de crédito (Lei 161/18).

Evair também é autor do Projeto de Lei (8824/2017), que altera a legislação para que as cooperativas possam prestar serviços de telecomunicações e do PL 1549/2015, que cria a política nacional de incentivo à instalação de telefonia móvel e internet em comunidades rurais.

Acesso

Para que as cooperativas possam ter acesso a essas informações, elas devem se cadastrar no portal https://www.somoscooperativismo.coop.br/compraspublicas/, preencher o formulário informando os produtos e serviços que pretende fornecer, definir o âmbito público que quer se candidatar (federal, estadual ou municipal). Ao finalizar a inscrição, a plataforma encaminha por e-mail os alertas de editais.

Números do Cooperativismo

Segundo levantamento realizado pela OCB, as compras públicas dos governos Federal, Estadual e Municipal geram arrecadação de R$ 500 bilhões por ano. Somente em 2017, foram quase 100 mil processos de compra em todo território nacional realizadas pelo Governo Federal em empresas de pequeno a grande porte, totalizando R$ 48 bilhões em compras.

O Espírito Santo, até novembro de 2017, possuía 121 cooperativas, cerca de 7,9 mil pessoas empregadas diretamente e 236.750 cooperados. O cooperativismo capixaba é responsável por armazenar e comercializar 55% do leite e 15% do café produzidos no estado. Além disso, das 200 maiores empresas do ES, 18 são cooperativas.

Fonte: Jornal Fato (Com informações da OCB)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *