Consumo de café cresceu abaixo da média dos últimos dez anos

Imprimir

A Organização Internacional de Café (OIC) estima que o consumo global de café aumentou 1,7% em 2011 ante 2010, totalizando 137,9 milhões de sacas de 60 quilos. No entanto, a taxa de crescimento ficou abaixo da média anual de 2,5% dos últimos 12 anos.

A demanda por café tem sido cada vez mais observada devido ao aprofundamento da crise financeira mundial e seu efeito potencial sobre o desejo do consumidor de gastar com itens não-essenciais. Isso é especialmente verdade para blends considerados artigos de luxo ou café orgânico.

Em 2011, além do declínio no consumo registrado em países com problemas macroeconômicos como Espanha e Itália, quedas significativas foram notadas em mercados emergentes: 17,1% na Coreia do Sul, 11,5% na Argélia e 10,8% na Ucrânia, refletindo a sensibilidade desses mercados à alta dos preços. No entanto, a OIC alertou que a metodologia para calcular o consumo nesses países é "delicada" e pode ser afetada por flutuações de estoque.

O consumo global de café em 2010 foi estimado em 135 milhões de sacas, um aumento de 2,4% ante 2009 e 27,4% ante 2000, informou a instituição. O consumo mundial quase dobrou nos últimos 40 anos, de 70,7 milhões de sacas em 1970 para 135 milhões em 2010.

Durante o período, o consumo per capita do Brasil foi o maior entre os exportadores, em 4,8 quilos, enquanto a Finlândia registrou o maior número entre os importadores, 11,9 quilos. As informações são da Dow Jones.

Fonte: Agência Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *