Conferência Internacional apresenta perspectivas do café conilon no mundo

Imprimir

A programação da Conferência Internacional de Coffea canephora, na tarde de terça-feira (12), seguiu debatendo sobre inovações e transferências de tecnologias nos principais países produtores de café conilon. O encontro teve início com a apresentação do diretor da Uganda Coffee Development Authority (UCDA), Henry Ngabirano, que apresentou as perspectivas para a região e a importância de que os países produtores estejam unidos quanto às estratégias no setor cafeeiro. 

O presidente da Empresa de Consultoria e Pesquisa da Indochina (IRC) Vietnã, Phung Duc Thung, apresentou uma visão geral da produção vietnamita de café, destacando alguns problemas enfrentados. “A ausência de pesquisadores especializados, de políticas nacionais para o setor e a falta de investimentos infelizmente ainda são uma realidade no Vietnã. Entretanto, somos hoje o segundo maior produtor do mundo, ficando atrás apenas do Brasil. Exportamos nosso produto para 96 países, incluindo os 10 maiores consumidores, como Alemanha, Estados Unidos, Itália, Japão, entre outros”, analisou.

Na sequência, Carlos Henrique Jorge Brando, da P&A Marketing Internacional, do Brasil, comentou algumas novidades e tendências de consumo para o segmento. “Percebemos um avanço das marcas próprias no Brasil e no mundo, que representa rentabilidade para o setor e preços melhores para os clientes. Além disso, são perceptíveis as novas medidas e hábitos de consumo, novos produtos no mercado, novos equipamentos e novos consumidores, principalmente nos mercados emergentes e países produtores. É preciso aproveitar as oportunidades e investir nessas novas tendências, indo ao encontro das necessidades dos consumidores, que buscam inovação, praticidade e opção para todos os orçamentos.”

Brando também destacou a importância do investimento no setor. “O trabalho do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), nesse sentido, é fundamental. O Instituto é um exemplo mundial na área de pesquisa e extensão rural, contribuindo para o desenvolvimento e melhoria da qualidade do conilon e consequente aumento do consumo”, disse.

A Conferência
A Conferência Internacional de Coffea canephora segue até a próxima sexta-feira (15) no Centro de Convenções de Vitória, em Santa Lúcia. Ela é realizada pelo Governo do Estado do Espírito Santo, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag); do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper); da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Café), do Consórcio Pesquisa Café e de diversas instituições parceiras.

Fonte: Assessoria de Comunicação – Incaper

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *