Concurso Minasul revela melhores grãos do sul de Minas Gerais

Imprimir

Foram revelados nesta segunda-feira, 15, os cafés vencedores do Concurso Minasul, que reconhece os melhores lotes produzidos no sul de Minas Gerais. Pela primeira vez no Brasil, um concurso de cafés especiais atribuiu premiações individualizadas a cada característica analisada entre as amostras: Fragrância/Aroma, Sabor, Acidez, Corpo e Aftertaste.

Realizado desde 1992, o evento é organizado pela Cooperativa dos Cafeicultores da Zona de Varginha (Minasul), Minas Gerais. Até então, as distinções eram concedidas apenas para o conjunto desses atributos. O evento tem o apoio de NUCOFFEE, iniciativa pioneira da Syngenta para valorizar o café especial brasileiro e abrir portas para o produtor nacional em outros países. As informações partem de release do evento.

A avaliação foi feita por Q Graders, habilitação profissional que pode ser traduzida como analista de qualidade, na qual degustadores são certificados pela Coffee Quality Institute, entidade americana que é referência mundial em cafés de alta qualidade. As análises obedeceram ao protocolo definido pelo CQI por cinco Q Graders, responsáveis pelo julgamento de 158 amostras da safra 2012/2013, enviadas por produtores cooperados da Minasul.

De acordo com o regulamento, foram escolhidos para a etapa final 20 lotes de café natural e dez de café cereja descascado. "A premiação individualizada por atributo reflete o crescente grau de refinamento do consumidor de cafés especiais, que passa a buscar bebidas segundo critérios sensoriais muito específicos", explica Jack Robson Silva, coordenador de Qualidade NUCOFFEE e um dos Q Graders que participaram do processo de julgamento.

Com a divulgação dos lotes vencedores do Concurso Minasul, a Syngenta promoverá, dia 27 de novembro, o NUCOFFEE Best of Brazil 2012 Cupping, em San Francisco, nos Estados Unidos. O evento acontecerá na torrefadora Blue Bottle, uma das mais renomadas do país, e apresentará os lotes vencedores de pelo menos 15 fazendas brasileiras a 50 torrefadoras norte-americanas. "Mais uma vez iremos proporcionar a troca de informações. Queremos que os torrefadores saibam a origem e a história dos cafés brasileiros e os produtores, por sua vez, também conheçam os destinos de seus lotes", afirma Daniel Friedlander, gerente de Marketing NUCOFFEE.

Os vencedores da 20ª edição do Concurso Minasul são:

CAFÉ CEREJA DESCASCADO
1 – Ricardo Iabrud dos Santos Pereira – Duas estrelas: Fragrância/Aroma e Sabor
2 – Lucimar Braga Junqueira – Duas estrelas: Corpo e Aftertaste
3 – Fábio Araújo Reis
4 – Renato Pita Maciel de Moura – Uma estrela: Acidez
5 – Dimas Almeida Borges

CAFÉ NATURAL
1 – Renato Pita Maciel de Moura: Duas estrelas: Acidez e Aftertaste
2 – Adelino R. B. Semboloni e Outros: Duas estrelas: Sabor e Corpo
3 – Ricardo Iabrud dos Santos Pereira: Uma estrela: Aroma
4 – Márcia Aparecida Marcelino Reghim
5 – Alaor Elias da Silva

Sobre o NUCOFFEE – A iniciativa NUCOFFEE foi criada pela Syngenta em 2006 com o objetivo de valorizar o café, estimular a sua qualidade, implementar boas práticas agrícolas e a transparência nas relações comerciais, aproximando o produtor do mercado externo de cafés diferenciados. Mais em www.nucoffee.com.br.

Fonte: Agência Safras

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *